top of page
  • Roseli

Associação dos Empresários de Valinhos impulsiona Projeto de Mobilidade Urbana em parceria com Rota

A Associação dos Empresários de Valinhos (AEVAL) tem se destacado como um importante agente de desenvolvimento na cidade. Além de suas atividades rotineiras, como a colaboração com entidades assistenciais e a instalação de câmeras de monitoramento coletivo, a AEVAL tem direcionado esforços significativos para impulsionar projetos futuros de mobilidade urbana.

A recente reunião entre a AEVAL e a Concessionária Rota das Bandeiras, realizada em 6 de setembro último, demonstrou o comprometimento da associação em promover melhorias para Valinhos. A pauta da reunião focou na possível implantação de acesso no Anel Viário Magalhães Teixeira (SP-083) com o bairro Macuco, visando aprimorar a mobilidade na região.

Participaram da reunião representantes da concessionária, incluindo Stephan Campineiro, Gerente de Comunicações e Relações Institucionais, Gabriel Rolim, Gerente de Projetos, e Luiz Lacerda, Assessor Parlamentar do Deputado Federal Carlos Sampaio. Também estiveram presentes Guilherme Camargo, da empresa Eagleburgmann, responsável pelo agendamento da reunião, e o Fernando A. Forgerini, coordenador da AEVAL.

O encontro foi marcado pela cordialidade e pela apresentação do histórico da Concessionária Rota das Bandeiras, que obteve a concessão da Rodovia D. Pedro em 2009, com um contrato de 30 anos. Mais tarde, a concessionária também assumiu a responsabilidade pelo Anel Viário Magalhães Teixeira, uma via estratégica que conecta o Vale do Paraíba à Região Metropolitana de Campinas e ao Circuito das Frutas, abrangendo 17 cidades altamente desenvolvidas e densamente povoadas.

A Concessionária Rota das Bandeiras destacou seu compromisso com a melhoria da infraestrutura viária, incluindo a previsão contratual de alargar a terceira faixa de rolamento no Anel Viário Magalhães Teixeira, no trecho entre as rodovias D. Pedro (SP-065) e Anhanguera (SP-330). A obra tem previsão de início até o final do primeiro semestre de 2024, com conclusão em até 18 meses.

No entanto, o ponto de destaque da reunião foi o acesso do Bairro Macuco ao Anel Viário. Segundo a AEVAL, essa conexão é essencial para a cidade, especialmente com a chegada de novas empresas e áreas industriais previstas no plano diretor. Embora a concessionária tenha concordado com a necessidade do acesso, esclareceu que essa iniciativa depende da ARTESP (Agência Reguladora de Transportes do Estado de São Paulo) e da inclusão no contrato de concessão.

Para avançar nesse sentido, a AEVAL foi orientada a realizar um estudo de tráfego, coletar imagens e vídeos da situação atual e avaliar o impacto do acesso em relação ao desenvolvimento da região. Com esses dados, a associação buscará uma reunião com a ARTESP para apresentar a necessidade do acesso de forma documentada e embasada.

A Associação dos Empresários de Valinhos demonstra, mais uma vez, seu compromisso com o desenvolvimento da cidade e a melhoria da qualidade de vida de seus habitantes. A mobilidade urbana é um desafio importante para Valinhos, e a AEVAL está empenhada em encontrar soluções que beneficiem toda a comunidade.

A AEVAL agradece à Concessionária Rota das Bandeiras pela receptividade e pela oportunidade de discutir essas questões tão relevantes para o futuro da cidade. A associação continuará trabalhando incansavelmente para promover o desenvolvimento sustentável e aprimorar a infraestrutura de Valinhos.


7 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page