• Roseli

Flávio de Carvalho e sua obra em Valinhos foram destaques no encontro com empresários

Encontro realizado na casa modernista do artista na Fazenda Capuava


Um evento especial que reuniu os empresários da AEVAL – Associação dos Empresários de Valinhos em parceria com ACESA Capuava, realizado na manhã de quinta-feira, (11) nas dependências da Casa do Artista, considerada um marco da arquitetura moderna, e que contou com a presença do vice-prefeito Major Osvaldo Rocco, dos vereadores Franklin Duarte, presidente da Câmara, Luiz Mayr Neto, Alexandre Japa e André Amaral, Secretários Municipais: Rafael Agostinho, Ricardo do Vale e Argeu Alencar.

O presidente da AEVAL Rafael Di Falco Cossiello abriu o encontro , dizendo da importância da reunião de todos, para conhecer a obra deixada pelo artista , cujo objetivo é criar uma conexão com a cidade para valorização desse artista que mesmo após a sua morte continua projetando Valinhos para o mundo.

Usando a palavra o vereador e presidente da Câmara Franklin Duarte enalteceu a realização do evento, uma iniciativa da AEVAL que resgata uma parte da história da cidade, desejando sucesso e que os objetivos de restauro sejam alcançados.

Também o Vice Prefeito Major Osvaldo Rocco disse que como filho de Valinhos, vê no evento, uma importante iniciativa de resgate da história, porque quem não conhece sua história não tem como projetar seu futuro.

Na sequência, Marco Aurélio Harbich Sampaio, Advisor Private Bradesco, falou sobre o Cenário e Estratégia de Investimentos.

O ponto alto do encontro foi a presença do professor e grande conhecedor da história de Flávio de Carvalho Antônio Stopiglia (Tite), que relatou algumas passagens e acontecimentos da vida do artista, o que despertou grande curiosidade de todos os presentes.

Finalizando a presidente da ACESA, Fernanda Teixeira, contou um pouco da sua história e o envolvimento com a instituição, que hoje atende cerca de 160 pessoas com deficiência e autismo.

A grande curiosidade dos presentes era conhecer a casa modernista, algumas dependências puderam ser visitadas, seguindo-se uma visita à ACESA Capuava.

Para o presidente da AEVAL, Rafael Di Falco Cossiello, disse do desejo de transformar a Casa de Flávio de Carvalho num museu interativo, cujos recursos seriam direcionados à ACESA. Num primeiro momento uma abertura com IPHAN –Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, já aconteceu, e a expectativa é que evolua para uma atividade concreta que são os recursos para realização da obra de restauro.




0 visualização0 comentário