• Roseli

Mobilização regional busca unir esforços para criação de um Hub de inovação e tecnologia

Motivado pela demanda de inovação pelas empresas e pelo criar oportunidades do novo mercado, foram reunidos na última quarta-feira, dia 14 de julho, um grupo de empresários de Valinhos e Campinas que contou com a forte atuação dos poderes públicos municipais de Valinhos e Campinas, representados pelos Secretários de Desenvolvimento Econômico, do vice-prefeito de Valinhos, da pró-reitoria da PUCCAMP, associações e investidores para discutirem ações para a implantação de um hub de tecnologia e inovação regional.

A reunião inicial foi realizada na sede da fintech AGI, antiga AgiBank, localizada no distrito industrial da Bresco em Campinas onde foram recebidos pelo seu presidente Marciano Testa. O objetivo da visita foi conhecer o campus do AGI e compartilhar experiências realizadas com a criação do Instituto Caldeira, no qual Marciano preside em Porto Alegre e que é um instituto sem fins lucrativos e conta com 25 mil m2 com mais de 250 startups visando a inovação e criação de disrupções tecnológicas.

Participaram do encontro também o presidente da AEVAL Rafael Di Falco Cossiello, o coordenador Fernando A. Forgerini, vereador André Amaral, Vice-prefeito Major Osvaldo Rocco, Secretário do Desenvolvimento Econômico Fábio Zacarias, Secretaria de de Tecnologia, Inovação e Comunicação – Roberta Calif S. Araújo, o empresário Fernando A. Marchiori e Augusto Heleno, a Secretária de Desenvolvimento Econômico da Prefeitura de Campinas – Adriana Flosi, Subsecretário de Inovação e Tecnologia da Prefeitura de Campinas, Prof. Newton Frateschi, pró-Reitora de Pesquisa da PUCCAMP – Profa. Alessandra Borin, coordenadora do Núcleo de Inovação e Tecnologia da PUCCAMP – Diana, Vice-presidente da Fundação Fórum Campinas Inovadora, Eduardo Azarite, e startups.

O presidente Marciano Testa apresentou as instalações do AGI Campinas, numa estrutura inovadora, com amplos espaços para coworking e desenvolvimento de startups. “O AGI tem sua sede no sul do Brasil, mas vemos a região com grande potencial e queremos agregar esforços com empresários, área acadêmica, instituições de pesquisa e poder público para fazer uma transformação tecnológica das ações.

O meu objetivo é provocar inovação, é preciso criar um centro, capacitar pessoas exclusivas para o mundo digital. O AGI incentiva a concorrência, se transforma e continua crescendo pensando em 10, 20, 30 anos à frente com um crescimento cada vez maior”

.A Secretária de Desenvolvimento Econômico de Campinas, Adriana Flosi, agradeceu pela reunião que estava acontecendo no dia do aniversário de Campinas e aponta para inovação. “Campinas tem se destacado por ser pólo tecnológico, poderemos crescer mais e será grande oportunidade para qualificar a mão de obra e fazer uma transformação”.

Para o vice-prefeito de Valinhos, Major Osvaldo Rocco, a ideia é maravilhosa e Valinhos deve se integrar a esse espaço de desenvolvimento. “Valinhos não pode ficar longe deste movimento. Fiquei maravilhado em conhecer o campus do AGI em Campinas, venham para Valinhos, espero que nossa cidade caminhe com desenvolvimento sustentável e tecnológico”.

As startups geram inovação e desenvolvem projetos empreendedores para a região. Marciano Testa lembra que a implantação de um centro de tecnologia, reunindo empresas privadas e públicas, institutos de pesquisas, associações, poderá favorecer mais de 500 startups mapeadas pelo CampinasTech com sobrevida, podendo se tornar um espaço importante para desenvolvimento regional.

Também o presidente da AEVAL, Rafael Di Falco Cossiello, disse que em Valinhos, os empresários estão com esse olhar e com força para impulsionar a cidade na área de tecnologia e desenvolvimento. “Importante dessa reunião é que as ideias vão tomando corpo e com envolvimento de gerar oportunidades de emprego para a nova economia. A tecnologia é um movimento sem volta”.



3 visualizações0 comentário