• Roseli

Patrulheiros capacitados através da AEVAL conquistam mercado de trabalho

Numa parceria entre a AEVAL e Círculo de Amigos do Patrulheiro de Valinhos, em dezembro de 2019 foi apresentado um grupo de 40 jovens passou por um curso de capacitação para qualificação profissional em atividades comerciais, para atendimento e negociação de vendas. A boa notícia divulgada pela Coordenadora dos Patrulheiros – Aline Prado, é que desse grupo mais de 80% dos jovens estão empregados.

Para o presidente da AEVAL Rafael Di Falco Cossielo esse é o verdadeiro papel da entidade que engloba empresários da cidade, ou seja, ter o olhar para o Terceiro Setor, preparar e capacitar os jovens para seu primeiro emprego.

“O ano está difícil, a pandemia derrubou a economia e as atividades comerciais, verificar que mais de 80% dos jovens conseguiram uma colocação no mercado é fantástico!”, disse o presidente da AEVAL – Rafael Di Falco Cossielo.

Os 40 jovens foram capacitados pelo Consultor João Vianey do Valle, para qualificação profissional em atividades comerciais, para atendimento e negociação de vendas. Segundo Vianey, o principal objetivo do treinamento foi a inserção dos jovens do Círculo de Amigos dos Patrulheiros no mercado de trabalho e para isso contaram também com a parceria da ACIV – Associação Comercial e Industrial de Valinhos que divulgou a ação junto aos seus associados.

A coordenadora dos Patrulheiros Aline Prado, disse que os resultados efetivos com esses jovens, fez com que o Círculo dos Patrulheiros inserisse essa capacitação entre os cursos oferecidos. “Acompanhamos a capacitação e percebemos que essa turma fez toda diferença, tiveram uma visão ampliada, melhoraram o desenvolvimento escolar, aumento de produtividade. Foi bom para os jovens, para suas famílias, para nós enquanto instituição e também para as empresas que estão abrindo oportunidades para o 1º emprego”.

O Presidente da AEVAL recebeu essa notícia com muita alegria. “Estamos no caminho certo, da promoção humana através do 3º setor, a AEVAL já fez um trabalho com outras entidades e vamos continuar atuando na promoção humana”, conclui Rafael.



1 visualização0 comentário