top of page
  • Roseli

AEVAL cobra da Secretaria de Segurança Pública medidas para evitar furtos na área industrial

A segurança das empresas situadas nas regiões industriais dos Bairros Chácaras São Bento, Vale Verde, Macuco e Joapiranga, encontra-se em situação preocupante. Em vista dos inúmeros fatos ocorridos, o Presidente da AEVAL – Associação dos Empresários de Valinhos – Rafael Di Falco Cossiello, oficiou ao Secretário de Segurança Pública e Cidadania de Valinhos, Dr. Argeu Alencar da Silva, solicitando providências urgentes, para evitar impactos negativos.

A AEVAL relata que nos últimos 12 meses, diversas empresas situadas nas regiões mencionadas têm sido vítimas de furtos em suas instalações durante os períodos noturnos e nos finais de semana, quando estão fechadas e desprotegidas.

A maneira como esses furtos vem ocorrendo envolve, em muitos casos, a subtração de bens de valor considerável, como equipamentos de informática e ferramentas, afetando a operação e a produtividade das empresas.

Rafael Di Falco Cossiello destaca ainda que são frequentes os furtos de veículos e motocicletas pertencentes aos funcionários, bem como de equipamentos relacionados, que são estacionados nas imediações das empresas.

“Esta é uma situação alarmante e que nos preocupa muito, porque além dos fatos relatados, ocorrem também furtos das instalações elétricas completas das empresas, independentemente do nível de tensão do fornecimento de energia. Esse cenário tem ocasionado prejuízos às empresas, não apenas em termos financeiros, mas também impactando a continuidade das operações devido à interrupção no fornecimento de energia”.

A solicitação da AEVAL junto ao Secretário Dr. Argeu Alencar da Silva, é para proteger os seus associados instalados nestas regiões, o apelo é para que a secretaria acione o comando da Polícia Militar do município e outros órgãos de segurança. “Precisamos da intensificação das rondas de segurança na região industrial durante os períodos críticos, mediante a cooperação da Guarda Civil Municipal (GCM) ou da Polícia Militar (PM), com o intuito de coibir e prevenir tais atividades criminosas”, finaliza o presidente da AEVAL.


4 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page